Há mais em NOS!

Há mais em NOS!
Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook

Aconteceu na passada 6ªfeira um dos eventos mais aguardados no panorama das telecomunicações (e do Marketing) em Portugal. Nasceu uma nova marca e um novo operador de telecomunicações que aspira à liderança do sector no País.

O novo operador chama-se NOS e surge após a fusão entre a ZON (operador líder em Portugal nos serviços de TV e Internet) e a Optimus (referência nacional na prestação de serviços integrados de telecomunicações a particulares e a empresas).

Segundo Miguel Almeida, presidente executivo da NOS, a nova empresa “pretende entregar a melhor experiência de comunicação e entretenimento”. Para tal, segundo o mesmo responsável, o novo operador declarou que vai investir mais de mil milhões de euros até 2019.

A apresentação da marca

nos

A impressionante apresentação da NOS realizou-se na Praça do Município, em Lisboa, onde se realizou um evento sob o tema “Há mais em nós” que contou com a presença dos “La Fura Dels Baus” e um espetáculo multimédia. Destacou-se a realização de um vídeo-mapping 360º (efetuado pela primeira vez em Portugal), várias projeções em cortinas de água, um fogo-de-artifício e múltiplas ações de product content que se materializaram numa transmissão em directo num canal de televisão nacional (TVI).

Os espectadores menos atentos a ações de Marketing puderam também ver parte da apresentação integrada em algumas das novelas de maior audiência no País (“O Beijo do Escorpião” e “Belmonte”, onde algumas das personagens assistiram à performance dos Fura dels Baus). Também os apresentadores Pedro Teixeira e Leonor Poeiras integraram uma estrutura metálica gigante, com o objectivo de produzirem conteúdos que depois serão exibidos nos programas “Rising Star” da TVI e “Vale Tudo” da SIC.

(Quase) Tudo incluído. Mas… e um website mobile?

Foi, sem qualquer margem para dúvida, uma ação de Marketing completa (cujos valores ainda não foram revelados) que incorporou tudo o que havia para ser feito. Falhou apenas a apresentação de um website adaptado a navegação em plataformas móveis, apropriado à dimensão e ambições de uma marca líder. Uma pequena falha que seguramente será corrigida rapidamente.

Porquê “NOS”?

Substituir duas marcas fortes que incorporam investimentos muito significativos e níveis de brand awareness que se cifram perto dos 100%, não é missão fácil.

Conforme explicou Ricardo Miranda, Brand Voice da Brandia Central, ao Dinheiro Vivo, o NOS coloca o acento tónico na comunidade e não no “eu” como o MEO, pois eu + eu + eu = nós. É uma evolução do “eu MEOiano”, é uma troca do individual pelo coletivo.

Efectivamente, a nova marca surge posicionada com uma atitude de liderança e agrupando as competências das marcas que substitui. A convergência de serviços é nitidamente uma aposta que se reflecte em toda a comunicação da empresa (Há mais Internet/telemóvel/telefone/cinema em nós) cujo grande concorrente é o MEO (marca detida pelo grupo PT e principal concorrente do novo operador).

E a concorrência?

A resposta do MEO não se fez esperar, e no próprio dia este operador apresentou uma nova campanha, intitulada “MEO Produtos Inovadores”, que termina com a declaração: “E nós? Nós não vivemos sem o Meo.”

E nós? Nós, vamos continuar atentos aos próximos episódios desta luta entre duas marcas fortes que prometem liderar o mercado em Portugal!

Sérgio Pinto
Partner – MobilityNow

Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook
Como transformar publicidade num serviço! Artigo anterior Como transformar publicidade num serviço! Successful-Mobile-Marketing-Campaign Próximo artigo Dicas para uma campanha mobile de sucesso