Pode um evento ao vivo estar integrado com uma plataforma de ecommerce? (Whitepaper)

Pode um evento ao vivo estar integrado com uma plataforma de ecommerce? (Whitepaper)

Já imaginou estar num evento, ao vivo, a experimentar novos produtos e soluções, usufruindo de uma experiência mobile completa enquanto adiciona os produtos que mais gosta ao seu carrinho de compras virtual?

No final do evento, os produtos seriam enviados para sua casa numa experiência completa de experimentação e de compra que conjuga as vantagens de um evento ao vivo (assegurando o contacto direto com produtores e fabricantes) com o conforto de uma compra online.

Na verdade, não será uma realidade muito difícil de imaginar uma vez que sabemos que grande parte dos consumidores, nos dias de hoje, já efetua a pesquisa e experimentação dos seus produtos preferidos em lojas físicas, comparando preços e convertendo a sua compra através de plataformas online, mas… não necessariamente nos sites de eCommerce das lojas que investiram em proporcionar a experiência “ao vivo” dos produtos em questão.

O cenário que proponho vai no sentido de maximizar as possibilidades de aquisição de produtos, no contexto de um evento ao vivo, em favor de quem mais investe em criar as condições favoráveis à experimentação do mesmo.

Para isso, o consumidor tem que ter a oportunidade de experimentar e sentir a confiança de que está a fazer uma boa compra, com possibilidade de comparar e obter recomendações de forma rápida.

O investimento em inovação digital é uma realidade crescente na gestão de eventos, especialmente se pensarmos na emergência de estabelecer uma visão e um posicionamento para o futuro. Mas, sem dúvida, o desafio passa pela transformação digital. É necessário integrar e combinar diferentes soluções tecnológicas que visem a simplificação de processos e a análise de dados ao longo de um evento, sem esquecer o impacto para a variável mais procurada – o ROI (Return on Investment) – de quem investe na criação do evento e de quem investe na participação do mesmo.

As novas tecnologias oferecem agora experiências mais interativas e imersivas entre visitantes e marcas. Além disso, a transformação digital tem revolucionado o próprio processo de vendas das organizações através de novas formas de engagement e personalização da experiência de compra.

Neste artigo partilho um whitepaper, oferecido pela beamian que apresenta uma série de alternativas, progressivas, que procuram contribuir para este cenário de integração.

Aceda aqui ao whitepaper

Sobre a beamian:

A beamian oferece um serviço de identificação digital de produtos e visitantes que permite o registo de todas as interações que ocorrem durante um evento, favorecendo a migração dos eventos ao vivo para experiências híbridas através da introdução de novas tecnologias e da boa utilização de dados comportamentais.Numa perspetiva de integração da experiência de eCommerce com eventos, já imaginou o que poderá fazer com esses dados e  interações? Imaginando o cenário de um evento típico de demonstração de produto, é possível integrar uma experiência de compra em tempo real, com vantagens ao nível da recolha de leads, ações de follow-up comercial e, inclusivamente, do próprio incentivo para a efetivação da compra. Neste whitepaper, explicamos como é possível transformar um evento numa experiência de compra digital e altamente disruptiva.

Como a mobilidade ajuda um gestor de equipas em quarentena Artigo anterior Como a mobilidade ajuda um gestor de equipas em quarentena

Artigos mais populares