Editorial – 27 de Maio de 2013*

Editorial - 27 de Maio de 2013*
Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook

“To be or not to be…mobile”.

 

Se Shakespeare reescrevesse hoje  a sua peça Hamlet sentir-se-ia tentado a apostar nesta frase. Que faz todo o sentido nos dias que correm. Porquê? Em 2012 venderam-se cerca de 1750 milhões de telefones móveis. Destes mais de 700 milhões eram Smartphones. Se juntarmos a estes números o facto de se terem vendido 120 milhões de tablets (e espera-se que este número chegue a quase 200 milhões em 2013) percebemos facilmente a tendência.

 

À pergunta porque deve uma empresa ou organização delinear uma estratégia de Mobile Marketing, a resposta é: Porque os seus actuais clientes estão lá, os seus futuros clientes estarão lá e, muito provavelmente, os seus concorrentes também já perceberam isso!!!

 

Cada vez passamos mais tempo a navegar na Internet e nas Redes Sociais sem ser à secretária com o computador. Usamos o telemóvel para obter informações na rua ou aceder a Redes Sociais, o tablet para consultar notícias ou comparar preços da nossa próxima compra … Depois da revolução da Internet, a capacidade de nos conectarmos em qualquer lado está a revolucionar o panorama empresarial e social. Num ambiente de negócios altamente competitivo e com os clientes a deterem cada vez mais poder face à informação disponível em cada vez mais plataformas, quem se excluí de apostar na mobilidade fica para trás. Claro que uma estratégia de marketing baseada na mobilidade obriga a entender o impacto desta opção em todas as áreas da empresa.   Há passos e processos que têm que ser seguidos, algumas operações terão que mudar e outras devem ser respeitadas.

 

Um dos objectivos da Mobile Marketing Portugal é ajudar as empresas a perceber a melhor maneira de implementarem uma estratégia de mobilidade adequada aos seus actuais e futuros modelos de negócio. Siga-nos, nem que seja através do seu Smartphone ou Tablet!

 

Pedro Martins

Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook
Windows Phone é o que mais cresce! Artigo anterior Windows Phone é o que mais cresce! Realidade aumentada - O que é? E que aplicações pode ter? Próximo artigo Realidade aumentada - O que é? E que aplicações pode ter?