O poder do endosso!

O poder do endosso!
Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook

Eva endossou Adão…

No ano de 2500 antes de Cristo, o poder do endosso mudava o mundo para sempre, segundo as escrituras religiosas. Segundo essas escrituras, Adão fora endossado a experimentar a maçã do pecado. Para o efeito, Eva usou de uma estratégia de Marketing ousada, seduzindo Adão com promessas de benefícios que compensariam abdicar da vida eterna.

O poder do endosso era usado pela primeira vez na história da humanidade, para se tornar na principal forma de convencer alguém a usar ou comprar algo que queremos vender ou simplesmente partilhar.

Passaram mais de 5500 anos desde então e a história está cheia de passagens que demonstram o poder do endosso, tendo atingindo o seu expoente máximo com o surgimento das redes sociais, na última década. As redes sociais transformaram-se num meio de partilha tão poderoso, que as pessoas endossam qualquer coisa que os faça sentir felicidade, mesmo que seja apenas felicidade instantânea. O mercado está cheio de motivos que nos fazem sentir momentos de felicidade instantânea e as marcas já começaram a entender que a melhor forma de fazer chegar esses motivos ao conhecimento do público em geral, é através do endossamento nas redes sociais. As redes sociais se transformaram assim, na mais poderosa forma de gerir o poder de uma marca no mercado.

Endosso fora de controlo do operador…

No entanto, alguém que endossa uma marca, pode nem sempre passar a mensagem que desejamos. Nenhum diretor de marketing gosta de ver a sua marca endossada com erros ortográficos ou com uma mensagem que não faz jus ao seu produto ou serviço. Quando o endosso foge do controlo do operador, estes são os riscos que se correm e nalguns casos, o conteúdo passado sobre nós, podem nem sempre estar em sintonia com aquilo que desejamos.

Estratégias de endosso inteligente…

Para controlar o endossamento de acordo com a nossa visão, é então necessário recorrer a estratégias de Endossamento inteligente. Para o efeito, devemos tentar que a nossa estratégia controle o mais possível alguns pontos importantes:

  • Controlo do conteúdo que queremos endossar ao mercado através daqueles que partilham a nossa marca, produto ou serviço
  • Atingir o mais possível o nosso público-alvo. Se a minha marca for endossada por alguém que de fato visita a minha loja ou compra o meu produto, isso tem uma probabilidade maior de estar a atingir o meu público-alvo durante a propagação do meu conteúdo
  • Beneficiar o utilizador. Se alguém me ajuda a endossar a minha marca, produto ou serviço de uma forma positiva e de acordo com a minha visão, então eu devo beneficiar essa pessoa. Afinal, essa pessoa está a fazer publicidade ao meu serviço. Uma recomendação de um amigo é a mais poderosa forma de publicidade que existe. Então, se eu pagaria por publicidade, porque não investir no meu cliente, naquele que recomenda?! Isso o fará recomendar a sua marca ainda com mais satisfação
  • Usar as tendências do mercado. Devo olhar para o mercado, para o meio onde atuo e entender quais as tendências do mesmo. Onde andam os meus clientes? O que usam? Como se vestem? Com quem andam? Algumas das tendências do mercado global são notóriamente a utilização das redes sociais enquanto meio de partilha de informação, a utilização de smartphones enquanto meio de comunicação entre pessoas e acesso a essas redes sociais, e a utilização de vouchers eletrônicos enquanto meio de usar benefícios. Então, por que não incluir todas essas tendências na estratégia de endosso inteligente que estou a definir?

Lembre-se de Adão e Eva…

Lembre-se, que se Eva convenceu Adão, e isso mudou o mundo, você também pode convencer o seu público e isso pode mudar para sempre a forma como os clientes vêm a sua marca, produto ou serviço.

Uma curiosidade: hoje em dia, Eva teria publicado uma mensagem no Facebook e teria feito a sua mensagem chegar a pelo menos 400 pessoas…

Ricardo Teixeira
Especialista em Marketing Digital
http://br.linkedin.com/in/ricardoteixeirabeasii

Não seja egoísta...Partilhe!
Share on Google+Share on LinkedInPin on PinterestTweet about this on TwitterShare on Facebook
SEO Mobile - Na mão do cliente Artigo anterior SEO Mobile - Na mão do cliente O impacto do Próximo artigo O impacto do "mobile commerce"!